16 mar

1 ano do ‘novo normal’, adaptações marcam a rotina na pandemia.

1 ano do ‘novo normal’, adaptações marcam a rotina na pandemia.

Pessoas vestindo máscaras, crianças estudando em casa, profissionais trocando as reuniões e viagens por chamadas de vídeo… O que há um ano foi uma grande mudança, hoje já faz parte da rotina na pandemia, do novo normal

Pela quarentena do coronavírus, todos tiveram que se adaptar de alguma forma e o ‘fique em casa’ alterou a forma que nos relacionamos com os espaços domésticos. Se antes os espaços compactos eram cada vez mais valorizados, as novas rotinas aceleraram demandas e tendências. 

Home Office agora faz parte da rotina na pandemia. 

O trabalho remoto tornou-se parte da rotina na pandemia de muitos profissionais que já indicam que mesmo após a normalização das atividades preferirão seguir com o rodízio das equipes e algumas atividades exclusivamente de casa.  

Se há um ano equilibrar o notebook e o celular na mesa da cozinha era uma cena comum, ao longo da quarentena muitos tiveram que investir em espaços mais reservados, com ótima conexão com a internet e, principalmente, uma cadeira bem confortável. 

Com as videochamadas e os cursos on-line, houve também a preocupação que o ambiente de trabalho fosse bem decorado, iluminado e organizado, para evitar as cenas constrangedoras que viraram memes nas redes sociais no começo da quarentena, em que videochamadas revelavam a intimidade dos participantes. 

Novos hobbies, novas demandas. 

Com mais tempo livre fora do expediente e o fim de semana sem sair de casa, muitos começaram ou retomaram hobbies para ocupar a rotina na pandemia. Cursos on-line, treinamentos ou grupos digitais despertaram muitos talentos que estavam adormecidos. 

Entre eles, cozinhar se tornou um passatempo ou necessidade para muitas famílias que estão mais tempo em casa. Segundo o Pinterest, um dos portais mais acessados para tendências, as pesquisas sobre pães e montagem de pratos gourmet aumentaram 130% e 105% respectivamente em 2020. 

Valorizando atividades ao ar-livre e o contato com a natureza, muitos também aproveitaram os jardins e quintais para começarem as próprias hortas, que trazem mais saúde e sabor na alimentação diária. O Google Trends indica que as pesquisas pelo ‘kit de jardinagem’ aumentaram 180% e a jardinagem para iniciantes se tornou ainda mais habitual na rotina na pandemia.   

Novas demandas, novos ambientes na rotina na pandemia. 

No geral, nunca passamos tanto tempo dentro de casa e percebemos que os ambientes não eram apenas para receber visitantes, mas para o conforto dos moradores. Assim, cômodos com pouco uso foram repensados para trazer mais flexibilidade e praticidade para dentro de casa. Buscas por novas decorações cresceram em 400% durante a rotina na pandemia, o que refletiu em muitas reformas, fossem pequenas mudanças ou grandes alterações domésticas. 

As mudanças, porém, não devem parar por aí: a expectativa é que o setor de construção mantenha um aumento de 4% em 2021, a maior de quase uma década. Entre os itens domésticos mais procurados, de acordo com a Veja, estão os sofás mais confortáveis, cadeiras ergonômicas para escritórios e eletrodomésticos de ponta, que mantêm a casa conectada. 

A preocupação com a casa, portanto, não terminará com o fim da rotina na pandemia, já que as novas demandas de trabalho, estudo e lazer seguirão em alta por muito tempo. E você? Que mudança vivenciou dentro de casa em mais de 1 ano da quarentena? 

No Swiss Park, além dos quintais espaçosos e casas que atendem às novas demandas, os residenciais têm áreas de lazer e academia para quem quer manter a rotina saudável. Você também pode construir o projeto dos sonhos da família nos últimos lotes disponíveis no complexo urbanístico: agende uma visita pelo WhatsApp!

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *