21 set

Como ter hábitos saudáveis no dia a dia?

Como ter hábitos saudáveis no dia a dia?

Dias mais claros, temperatura subindo, reta final do ano… Há diversos motivos que fazem da primavera e do verão as estações ideais para incluir mais saúde na rotina. Apesar de ser um desejo geral, muitos se perguntam como ter hábitos saudáveis e aumentar a qualidade de vida de toda a família. 

Como ter hábitos saudáveis na rotina?

Durante a pandemia do novo coronavírus, cuidar da saúde se tornou parte da rotina. Tivemos que nos adaptar e alguns novos comportamentos podem seguir mesmo após o fim da quarentena para aumentar a saúde, com ganhos permanentes. 

Refeições balanceadas: com mais pessoas comendo em casa, seja cozinhando ou por delivery, os hábitos alimentares dos brasileiros estão melhores. O estudo NutriNet Brasil entrevistou 10 mil pessoas e indica o aumento no consumo de frutas, hortaliças e feijão (de 40,2% para 44,6%).

Em busca de alimentos que aumentam a imunidade, sucos com vitamina C e vegetais com nutrientes foram priorizados na alimentação. Houve também uma valorização de alimentos in natura ou minimamente processados, que fortalecem o organismo.

Para quem busca como ter hábitos saudáveis, outro comportamento da quarentena que pode seguir na rotina doméstica são as refeições em família, que reforçam laços, além de valorizar as escolhas alimentares, especialmente para crianças e adolescentes.  

Leitura: mais pessoas retomaram aquela pilha de livros durante a pandemia, um hábito saudável que pode seguir também nas próximas estações. A pesquisa Retratos da Leitura no Brasil indica que o movimento cresceu em 50%, em todos os formatos, especialmente por favorecer uma saída da rotina.

Especialistas indicam que a leitura é um hábito que favorece a saúde mental e que precisa ser exercitado, especialmente entre crianças e adolescentes, uma vez que o excesso de tempo em celulares e tablets, normalmente com textos curtos, podem atrapalhar futuramente na argumentação e na compreensão de textos mais longos.

Leitura estimula a imaginação | Reprodução

Atividades Físicas: ‘corpo ativo, mente sã’ – o antigo ditado segue muito atual, já que a prática de exercícios aumenta a imunidade e fortalece o corpo. Apesar dos conhecidos benefícios, a OMS indica que quase metade dos adultos brasileiros (47%) não se exercitam adequadamente, índice que preocupa. 

Especialistas orientam que uma média de 30 a 40 minutos de atividade aeróbica diária já trazem benefícios. Se não souber como começar, pode ser uma caminhada pelo bairro, não usar os elevadores ou parar um pouco mais longe do trabalho, por exemplo.Não adianta, porém, querer recuperar o ano parado em uma semana: respeite os limites do seu corpo, comece devagar e qualquer sinal de desconforto, como dores no peito ou falta de ar, são sinais que uma consulta médica é indicada. 

Contato com a natureza: atividades de lazer ao ar livre se tornaram ainda mais valorizadas na pandemia e os parques oferecem uma melhor qualidade de vida para a população. Além dos benefícios psicológicos, sociais e físicos, o contato com áreas verdes ainda estimula a preservação da natureza. 

Entre as recomendações da pesquisa ‘A Importância dos Parques Urbanos e Áreas Verdes na promoção da qualidade de vida em cidades’, 5 minutos de caminhada em parques e áreas verdes já são suficientes para melhorar a saúde mental, com benefícios para o humor e a autoestima.

como ter hábitos saudáveis
Caminhadas estimulam o bem-estar 

Cuidados com a saúde: uma pesquisa recente, ‘O Valor da Saúde’, avaliou como os brasileiros entenderam a saúde durante a pandemia. Entre os dados, os entrevistados acreditam que o estilo de vida está diretamente ligado a não ficar doente e 65% fizeram uma autoavaliação positiva da saúde. 

Em relação ao futuro pós-pandemia, a pesquisa também indicou que os brasileiros querem cuidar da saúde para ter mais disposição (75%), conviver com outras pessoas (72%), aumentar a imunidade (71%) e dormir melhor (66%).“A população em geral também está muito mais propensa a manter hábitos mais saudáveis adquiridos no último ano, principalmente diminuindo refrigerantes (61%), hambúrgueres (60%) e industrializados (58%)” – indicou a pesquisa.

como ter hábitos saudáveis
Pedalada ao ar livre

Swiss Park: aliado dos hábitos saudáveis

Os empreendimentos da Swiss Park Incorporadora valorizam os hábitos mais saudáveis dos moradores, com estruturas que favorecem a prática de esportes, os momentos de lazer e áreas verdes, para estimular a preservação ambiental. Em Campinas, no maior complexo urbanístico da região, o Parque Botânico no Swiss Park tem 3.800 metros de trilhas entre as áreas verdes preservadas.

24 ago

Como separar o lixo corretamente?

Como separar o lixo corretamente?

Separar o lixo corretamente dentro de casa não é uma atividade complexa, mas exige um comprometimento de todos os moradores para ter resultado. Apesar de parecer óbvio, nem sempre é fácil no dia a dia identificar o que pode ser reciclado, por isso, acompanhe as dicas. 

Comece a separar o lixo corretamente:

Se possível, comece a separar o lixo corretamente em duas lixeiras, uma para o lixo úmido (orgânico e comum) e outra de lixo seco, com os reciclados. Se puder separar os reciclados, melhor ainda, mas se não houver espaço, mantenha os recicláveis juntos. 

No descarte do lixo úmido, estará o lixo orgânico que você pode incluir tudo que provém de origem animal ou vegetal, como sobras de alimentos, casca de ovo, borra de café, restos de legumes, frutas, sementes… Como lixo comum você pode também pode incluir papéis engordurados, guardanapos, papel sanitário, dejetos de animais, filtros de café e sachês de chá. 

como separar o lixo corretamente

No lixo seco, incluímos todos os resíduos que podem ser transformados em algo completamente novo. São recicláveis: metais, papéis, vidros e plástico. 

♻  Metal: é possível reciclar as latas de alumínio, lacres de latinhas, arames, tampas, pregos, parafusos, ferragens… Canos, clips, esponjas de aço, equipamentos elétricos e grampos não são recicláveis. 

♻  Papel: não amasse o papel em bolinhas, quanto mais intacto, maior o valor para a reciclagem. Embalagens, papelão, caixas de alimentos, jornais, revistas, papéis do escritório, cadernos velhos… tudo é reciclado! Só não são recicláveis os papéis com mancha de gordura/óleo, fitas adesivas, adesivos, fotografias e papel-carbono. 

♻ Plástico: A maior parte do plástico pode ser reutilizado. Sacolas, garrafas pet, tampinhas, potes, brinquedos, embalagens, tubos de PVC são os mais comuns. Frascos de produtos de limpeza (como detergente, álcool, água sanitária, limpadores, entre outros) e embalagem de pasta de dente ou escovas de dente também podem ser reciclados. 

♻ Vidro: material 100% reciclado, com total reaproveitamento! Embalagens de vidro, potes, vasos ou cacos podem ser corretamente descartados para o reaproveitamento. Lâmpadas, espelhos, cristais, vidros temperados, porcelana e cerâmica não são recicláveis. 

❎ Se houver vidro quebrado ou material que possa ferir os trabalhadores, embale-os de maneira segura e identifique-o. 

✅ Embalagens de alimentos, como latas, garrafas ou potes de vidros, devem ser lavados antes de descartados. Para economizar o máximo de água possível, utilize água de reuso para lavar esses resíduos, como deixar as embalagens dentro da pia enquanto lava a louça, para que as embalagens estejam limpas ao fim do processo. 

Após separar o lixo corretamente, é necessário o descarte adequado: caso seu bairro não seja atendido pela coleta seletiva, consulte a Secretaria do Meio Ambiente da cidade ou estado, já que elas geralmente trabalham com Ecopontos, onde as pessoas podem levar os itens recicláveis.

E o isopor?
Essa é uma das dúvidas mais comuns que surgem quando vamos separar o lixo corretamente. O isopor é um plástico, mas, apesar de ser reciclável, ainda não são todas as cooperativas que conseguem reutilizá-lo. A indicação é buscar cooperativas específicas ou colocá-lo junto com os outros plásticos, para que os coletores façam a separação. 

O óleo de cozinha também é orgânico?
Apesar do óleo de cozinha ser um material orgânico reciclável, não é adequado jogá-lo pelo ralo da pia (já que pode entupir canos), derrubá-lo na terra (pode contaminar os lençóis freáticos) ou descartá-lo com os outros resíduos orgânicos. A sugestão é guardá-lo em vidros ou garrafas pet, para depois levá-lo para cooperativas que recolhem esse tipo de resíduo.

Lixo perigoso, atenção redobrada!
Ao separar o lixo corretamente, atenção para o lixo perigoso, que são resíduos que colocam em risco a saúde, o meio ambiente e necessitam de um tratamento especial por serem corrosivos ou inflamáveis. ❌ Restos de tinta, lixo hospitalar, produtos químicos, lâmpadas fluorescentes, pilhas, baterias e eletrodomésticos nunca devem ser descartados como lixo comum. 

Hoje, grandes redes de supermercados ou centros comerciais já oferecem pontos de coleta para pilhas e baterias. Celulares e tablets quebrados ou obsoletos podem ser levados até as lojas das operadoras, que recolhem esses itens. 

Há cooperativas específicas que fazem a retirada ou recebem materiais como lixo eletrônico (peças, pen drives, chips), eletrodomésticos e móveis. Descartar no lixo comum objetos acima de 50kg (como sofás ou geladeira), é considerado crime ambiental, passível de multa. 

Medicamentos vencidos também não devem ser descartados no vaso sanitário ou na pia, já que podem prejudicar o meio ambiente. Leve os medicamentos para postos de saúde ou farmácias. 

Por que  separar o lixo corretamente?
O descarte errado do lixo pode prejudicar o meio ambiente por muito tempo. Uma bituca jogada no jardim, por exemplo, leva até 2 anos para se decompor. Já uma latinha de refrigerante, que poderia ser reciclada, ficará até 500 anos prejudicando a natureza. 

Entidades como a ‘Akatu’ e a ‘Separe. Não Pare’, reforçam que todos somos responsáveis pelo problema global do lixo. Quanto mais consumimos, mais embalagens descartamos, mais recursos demandamos e matérias-primas são descartadas. O consumo consciente, portanto, é uma mudança de atitude. O primeiro passo, separar o lixo corretamente, é um dos mais importantes deles! 

Para saber mais:
http://separenaopare.com.br/
https://akatu.org.br/

04 ago

Bem-estar estará em alta na rotina pós-pandemia

Bem-estar estará em alta na rotina pós-pandemia

Você pode nem se lembrar como era sair de casa sem cumprir as medidas preventivas contra o coronavírus, mas com os avanços das vacinações contra a Covid-19 no país, fica quase impossível não criar expectativas de como será a rotina pós-pandemia. O banco suíço UBS, inclusive, projeta uma retomada econômica a partir de setembro no Brasil.

Bem-estar na rotina pós-pandemia. 

Historicamente, crises, pandemias e guerras sempre refletem em grandes mudanças comportamentais, o que gera impacto em toda a cadeia de produção. Na maior pandemia do século XXI não seria diferente e muitas pesquisas já indicam que algumas mudanças do ‘novo normal’ vieram para ficar. 

Após mais de um ano e meio acompanhando notícias sobre enfermos, mortes e desemprego, é normal sentir-se receoso. Uma pesquisa do Facebook indicou que 45% dos brasileiros sentem incerteza no momento e 40% declarou sentir ansiedade na pandemia. Há espaço, porém, para imaginar um futuro mais otimista. “Embora o medo seja o sentimento predominante, todos estão tentando imaginar um futuro mais positivo”, indica Andrea Bell da WGSN, no artigo ‘Consumidor do futuro 2022’, que complementa: “em 2022, os consumidores buscarão a aceitação emocional, abrindo espaço para sentimentos autênticos”.

Isso se refletirá em artigos associados com bem-estar e conforto na rotina pós-pandemia, como roupas mais largas, sem gênero. A SPFW 51, por exemplo, já indicou vestidos amplos, com babados, rendas e novas opções de moletom para o dia a dia. 

Lazer no pós-pandemia:
A pandemia impulsionou os hobbies e momentos de lazer dentro de casa. Em 2020, houve um aumento de 40,4% nos gastos dos brasileiros com games, livros, streaming e instrumentos musicais, de acordo com a pesquisa do Itaú Unibanco, que também reforçou uma queda de 33% dos gastos com restaurantes, bares e baladas.

O tempo médio das pessoas em frente a TV era de 37 minutos diariamente, o que saltou para 1 hora e 49 minutos durante a pandemia, portanto, o investimento em equipamentos de TV e dispositivos audiovisuais deve seguir em alta na rotina pós-pandemia. Especialistas indicam que esse novo formato de assinaturas on-line de academias, filmes e músicas é um fenômeno novo, que deverá seguir forte. 

Lazer no pós-pandemia.

Compras on-line:
Mesmo com as lojas físicas funcionando novamente, o e-commerce já se tornou parte da rotina de muitos consumidores. Em 2021, no primeiro trimestre, as vendas on-line tiveram crescimento de 57,4% em comparação com o mesmo período de 2020. 

É importante para as marcas e empresas continuarem a investir na boa experiência digital na rotina pós-pandemia, mesmo com as lojas abertas: 65% dos consumidores admitem ter menor interesse de comprar de marcas que não têm presença on-line, aponta o estudo “Consumidor Digital: expectativas e prontidão digital”, feito pela Appnovation. 

Trabalho no pós-pandemia:
Após mais de 1 ano e meio com adaptações para o trabalho de casa, 80% dos colaboradores afirmam que estão trabalhando além da jornada normal, conforme indica a pesquisa realizada pela DataSenado. Já um levantamento da Google Cloud indicou que 50% dos participantes sentem falta do café com colegas, já que a interação social é prejudicada no home office. 67% acredita que o maior benefício do trabalho remoto é não perder tanto tempo com deslocamento diário. 

É por isso que na rotina pós-pandemia muitos colaboradores desejam o sistema híbrido, em que há períodos em casa, mas o convívio social no escritório também é possível. Entre os mais jovens, (até 21 anos), 76% gostariam de uma rotina de trabalho híbrida. 

Trabalho remoto no pós-pandemia.

Imóveis na rotina pós-pandemia:
A moradia foi um dos pontos que mais sentiu os efeitos da pandemia, já que diversas atividades foram adaptadas para dentro de casa. Em entrevista para a Revista Swiss Park, representantes do segmento indicaram alguns pontos que estarão em alta na rotina pós-pandemia e valorizarão ainda mais os imóveis. 

“O que mais tem valorizado os imóveis são áreas de lazer, mesmo que minimamente construídas, mas que possam oferecer descanso e evitar deslocamentos”, diz Kelma Camargo, diretora regional do Secovi-SP em Campinas. Paulo Sérgio Saran, presidente da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Campinas (AEAC), reitera entre os diferenciais: “adequada iluminação natural e a chamada ventilação cruzada, possibilitada por portas e janelas corretamente posicionadas”.  

Nos empreendimentos da Swiss Park Incorporadora, manter uma rotina pós-pandemia com mais conforto e estrutura para todas as famílias fica ainda mais fácil. Para saber mais sobre as oportunidades, fale com nossa equipe pelo WhatsApp.

01 jun

Empreendimentos da Swiss Park aliam urbanismo e meio ambiente

Empreendimentos da Swiss Park aliam urbanismo e meio ambiente

Muitos ainda acreditam que urbanismo e meio ambiente são conceitos opostos. Nos empreendimentos da Swiss Park Incorporadora, entretanto, há a valorização dos espaços verdes como parte integral do projeto, oferecendo mais qualidade de vida para esta e as próximas gerações!

Como  aliar urbanismo e meio ambiente?

Nas últimas décadas a expansão urbana resultou em paisagens cada vez mais cinzas. O resultado? Na maioria das cidades brasileiras os espaços verdes são insuficientes, com menos de 9 m² por habitante, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). O recomendado pela organização seria de, no mínimo, 12 m² por habitante, com o objetivo de chegar à 36m², com cerca de três árvores por habitante. 

Na urgência de minimizar os impactos ambientais causados pelo crescimento desenfreado das cidades, cada vez mais arquitetos, paisagistas e engenheiros têm se dedicado na criação de espaços de convívio que respeitem as áreas verdes e a identidade tradicional dos bairros, demonstrando que urbanismo e meio ambiente não precisam ser conceitos contrários. 

Especialmente agora, com os efeitos da quarentena imposta pela expansão do coronavírus, muitas pessoas ressignificam os parques, praças e bosques como uma oportunidade mais segura para sair de casa, praticar atividades físicas e ter momentos de lazer ao ar livre. Uma pesquisa do Programa USP Cidades Globais indicou que 86% dos entrevistados afirmaram sentir falta de estar em áreas verdes, que estavam entre os lugares mais desejados para frequentar após a pandemia. 

Os benefícios das áreas verdes

A importância das áreas verdes vai muito além da beleza. Um estudo inglês indicou que morar próximo a esses ambientes contribuiu para diminuir a incidência de problemas relacionados à saúde mental, como a depressão e a ansiedade, por exemplo. A explicação é que áreas ao ar livre possibilitam um estilo de vida mais saudável para diferentes gerações, com a prática de atividades físicas, como as caminhadas. De acordo com o médico do Instituto do Coração, Paulo Saldiva, viver próximo aos parques e praças diminui em até 30% os riscos de infarto. 

Swiss Park: plantando uma realidade mais verde!

Muitas pessoas na hora de escolher um lote para investir ou construir esquecem de analisar também o entorno do imóvel. Qualidade de vida, porém, vai além do projeto da casa, incluindo também uma estrutura de bairro tranquilo, seguro e com contato com as áreas verdes.  

Os empreendimentos da Swiss Park Incorporadora integram urbanismo e meio ambiente, com mais de 20% de área verde. Só no Swiss Park Campinas, maior complexo urbanístico da região, foram plantadas mais de 94 mudas em áreas que estavam degradadas, protegendo as nascentes, córregos e as matas ciliares, formando verdadeiros ‘corredores’ verdes para o deslocamento de animais locais e migratórios.


Inaugurado em 2009, o Parque Botânico no Swiss Park é um representante da evolução do urbanismo e meio ambiente na região sul de Campinas. Com 570 m² de área verde, o parque público se tornou cenário de fotos de encontros familiares e caminhadas de amigos que podem apreciar as áreas de preservação permanente, com espécies que estavam quase extintas na região.

Seu negócio ou empresa também podem fazer parte dessa evolução do Swiss Park: o complexo tem os últimos lotes comerciais disponíveis ou, para quem deseja uma sala comercial, o Swiss Park oferece segurança 24h para colaboradores e clientes. Fale com a gente e aproveite essa oportunidade de ser vizinho do Parque Botânico: agende sua visita pelo WhatsApp e venha conhecer.

16 mar

1 ano do ‘novo normal’, adaptações marcam a rotina na pandemia

1 ano do ‘novo normal’, adaptações marcam a rotina na pandemia

Pessoas vestindo máscaras, crianças estudando em casa, profissionais trocando as reuniões e viagens por chamadas de vídeo… O que há um ano foi uma grande mudança, hoje já faz parte da rotina na pandemia, do novo normal

Pela quarentena do coronavírus, todos tiveram que se adaptar de alguma forma e o ‘fique em casa’ alterou a forma que nos relacionamos com os espaços domésticos. Se antes os espaços compactos eram cada vez mais valorizados, as novas rotinas aceleraram demandas e tendências. 

Home Office agora faz parte da rotina na pandemia 

O trabalho remoto tornou-se parte da rotina na pandemia de muitos profissionais que já indicam que mesmo após a normalização das atividades preferirão seguir com o rodízio das equipes e algumas atividades exclusivamente de casa.  

Se há um ano equilibrar o notebook e o celular na mesa da cozinha era uma cena comum, ao longo da quarentena muitos tiveram que investir em espaços mais reservados, com ótima conexão com a internet e, principalmente, uma cadeira bem confortável. 

Com as videochamadas e os cursos on-line, houve também a preocupação que o ambiente de trabalho fosse bem decorado, iluminado e organizado, para evitar as cenas constrangedoras que viraram memes nas redes sociais no começo da quarentena, em que videochamadas revelavam a intimidade dos participantes. 

Novos hobbies, novas demandas. 

Com mais tempo livre fora do expediente e o fim de semana sem sair de casa, muitos começaram ou retomaram hobbies para ocupar a rotina na pandemia. Cursos on-line, treinamentos ou grupos digitais despertaram muitos talentos que estavam adormecidos. 

Entre eles, cozinhar se tornou um passatempo ou necessidade para muitas famílias que estão mais tempo em casa. Segundo o Pinterest, um dos portais mais acessados para tendências, as pesquisas sobre pães e montagem de pratos gourmet aumentaram 130% e 105% respectivamente em 2020. 

Valorizando atividades ao ar-livre e o contato com a natureza, muitos também aproveitaram os jardins e quintais para começarem as próprias hortas, que trazem mais saúde e sabor na alimentação diária. O Google Trends indica que as pesquisas pelo ‘kit de jardinagem’ aumentaram 180% e a jardinagem para iniciantes se tornou ainda mais habitual na rotina na pandemia.   

Novas demandas, novos ambientes na rotina na pandemia. 

No geral, nunca passamos tanto tempo dentro de casa e percebemos que os ambientes não eram apenas para receber visitantes, mas para o conforto dos moradores. Assim, cômodos com pouco uso foram repensados para trazer mais flexibilidade e praticidade para dentro de casa. Buscas por novas decorações cresceram em 400% durante a rotina na pandemia, o que refletiu em muitas reformas, fossem pequenas mudanças ou grandes alterações domésticas. 

As mudanças, porém, não devem parar por aí: a expectativa é que o setor de construção mantenha um aumento de 4% em 2021, a maior de quase uma década. Entre os itens domésticos mais procurados, de acordo com a Veja, estão os sofás mais confortáveis, cadeiras ergonômicas para escritórios e eletrodomésticos de ponta, que mantêm a casa conectada. 

A preocupação com a casa, portanto, não terminará com o fim da rotina na pandemia, já que as novas demandas de trabalho, estudo e lazer seguirão em alta por muito tempo. E você? Que mudança vivenciou dentro de casa em mais de 1 ano da quarentena? 

No Swiss Park, além dos quintais espaçosos e casas que atendem às novas demandas, os residenciais têm áreas de lazer e academia para quem quer manter a rotina saudável. Você também pode construir o projeto dos sonhos da família! Conheça as oportunidades da Swiss Park Incorporadora na sua região, fale conosco pelo WhatsApp.

23 fev

Aproveite o charme atemporal da decoração com madeira rústica.

Aproveite o charme atemporal da decoração com madeira rústica.

A madeira foi e segue como uma das principais escolhas para compor ambientes que sejam atemporais. Longe de ser uma tendência passageira, a decoração com madeira rústica é indicada especialmente para quem gosta de mesclar tradição e modernidade.

Na contramão de um contexto cada vez mais tecnológico, a decoração com madeira rústica suaviza os ambientes com ferro, concreto e vidros. Versátil, a madeira também pode ser combinada com facilidade com outras texturas, cores e materiais.

Para quem ainda associa a madeira apenas com decorações mais rústicas, hoje há opções elegantes que trazem o conforto e a sofisticação da madeira sem que o ambiente tenha um tom campestre.

Reprodução | Pinterest
Reprodução | Pinterest
Reprodução | Pinterest

Muitas vezes, o móvel ou objeto de madeira pode estar apenas em um item de decoração do ambiente, seja uma mesa de centro, uma bancada ou no aparador. Há cada vez mais opções que aproveitam a madeira rústica, crua, que são ótimas para trazer um elemento mais natural no espaço.

A vantagem é que a decoração com madeira rústica pode ser utilizada praticamente em todos os ambientes, seja interno ou externo, desde que o tipo de madeira seja adequado.

Reprodução | Pinterest
Reprodução | Pinterest
Reprodução | Pinterest

Além dos pisos, revestimentos e objetos que trazem a beleza da madeira, os troncos rústicos também podem decorar os jardins. Mesclados com vasos e folhagens para criar um cenário diferenciado.

Reprodução | Pinterest
Reprodução | Pinterest
Reprodução | Pinterest

Inspirado na decoração com madeira rústica? Marque a foto do antes e depois com @swisspark nas redes sociais, vamos adorar acompanhar as ótimas referências!

Para quem deseja construir o projeto dos sonhos e decorar os ambientes com a beleza da madeira, o Villa Suíça Manaus está com as últimas oportunidades de viver com mais espaço e conforto. Conheça as oportunidades da Swiss Park Incorporadora na sua região, fale conosco pelo WhatsApp.